preloader
Scroll to top
© 2019 , TRIA, S.A.
Share
en pt
Voltar
Barreiras de Fogo

CORTINA CORTA-FOGO
SUPERFIRE Z

Scroll

Descrição

Superfire Z EI120 é uma cortina de incêndio automática que, no caso de fogo, limita e controla o fogo, reduzindo a emissão de radiação e a transferencia de calor criando isolamento desde o tecido com o objectivo de proteger pessoas e bens, com classificação EI120.
A cortina é composta por: dois tecidos, um dobrado em forma de concertina e outro enrolado num rolo. Ambos são compostos por tecido de fibra de vidro com revestimento de poliuretano em ambos os lados com costura reforçada em fio de aço. O tecido é fixo a um rolo de 78mm de diâmetro e os elementos metálicos como caixa, guias laterais e contrapeso são em aço galvanizado e leva um sistema de irrigação do lado liso da tela.
Todo o sistema é accionado pelo menos por um motor tubular de 24Vac controlado por um CRM que baixa por gravidade a velocidade constante. O quadro de controlo para cortinas automáticas (CBM), tem tensão de entrada de 115Vac ou 220Vac e tensão de saída de 24Vdc.
Baterias (UPS System) com autonomia até 6 horas. Incluído em todos os painéis de controlo.

Testado e aprovado de acordo com as normas europeias UNE EN 1634-1 e UNE EN 1363-1.

Sistema

O sistema pode ser ativado por uma CDI (Central de Detecção de Incêndios), dispositivos de detecção de fumo/ temperatura, ou botões de emergência manuais. Em caso de incêndio, o Painel de Controlo (CBM) recebe o sinal de alarme e a cortina desce automaticamente, com velocidade constante e controlada mesmo após a perda total de energia. Uma electroválvula é ligada ao quadro de controlo TRIA para activar o sistema de irrigação. Caso haja um falso alarme as cortinas retornam automaticamente à posição inicial de espera. Em caso de perda total de energia a cortina permanecerá totalmente fechada até 6 horas devido ao seu sistema de reserva de bateria.

Tecido

O tecido de fibra de vidro tem baixa radiação e altas propriedades de isolamento e resiste até 1100ºC. Todas as costuras são feitas com fios de aço inoxidável reforçados com revestimento de Kevlar.

Sistema de Irrigação

Uma electroválvula é ligada ao painel de controlo TRIA activando o sistema de irrigação com um atraso de 3 minutos. Como opção, a electroválvula pode ser activada conjuntamente com um detector térmico para evitar a irrigação da tela em caso de haver um falso alarme. Com o detector, mesmo que haja um alarme de incêndio o sistema de irrigação não funcionará se o detector não atingir no mínimo os 77ºC. Nesse caso, e por razões de segurança, o sistema de irrigação não será ativado até que estas 3 condições se encontrem: 1º - alarme de incêndio, 2º - Três minutos de atraso e 3ª - o sensor térmico acima dos 77ºC. O número de sprinklers depende da área de tela cada sistema. As condições de admissão são as seguintes: